Diamante Sotheby's (Foto: Reprodução)

Criptomoedas serão aceitas em leilão de diamante

A casa de leilões de luxo Sotheby’s vai leiloar um diamante de 100 quilates por 15 milhões de dólares, porém, desta vez a novidade fica por conta da forma de pagamento. Pela primeira vez, um objeto físico poderá ser arrematado através das criptomoedas ethereum (ETH) e bitcoin (BTC), além das moedas tradicionais.

O diamante, em formato de pera, de 101,38 quilates, e o segundo maior deste formato a surgir no mercado público, será leiloado em um lote único, em uma venda ao vivo, em Hong Kong, no dia 9 de julho. A joia ainda estará disponível para exibição na galeria da Sotheby’s na região durante a semana que antecede o leilão.

Patti Wong, presidente da Sotheby na Ásia, chamou a futura venda de “momento realmente simbólico”. “O denominador mais antigo e emblemático de valor agora pode, pela primeira vez, ser adquirido usando a mais nova moeda universal da humanidade”, disse ela através de um comunicado.

(Foto: Reprodução)

“No último ano, percebemos um apetite voraz por joias e outros itens de luxo de colecionadores pelo globo. O aumento dessa demanda está vindo de uma geração mais jovem e digitalmente nativa — grande parte está na Ásia”, comenta Josh Pullan, diretor geral do departamento global de luxo da Sotheby’s.

O diamante é o item mais cobiçado da série de Edições de Luxo da casa de leilões em Hong Kong, que irá incluir joias, relógios, bolsas e tênis raros. Para Pullan, os pagamentos em ether e bitcoin fazem parte do “comprometimento com a inovação” da casa de leilões.

Via Money Times

Leia também: 

Artigo: ‘O momento cripto-multiplicador da América Latina’

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *