MUSEU NACIONAL DE BELAS ARTES ABRE EXPOSIÇÃO DE JÚLIO PARATY

O Museu Nacional de Belas Artes inaugura, na terça (21), a exposição “O mundo paradisíaco de Júlio Paraty”, com 40 trabalhos do artista produzidos em acrílico sobre tela e guache.

Na exuberância de suas cores e rigor de sua composição, a obra de Júlio desde sempre teve como inspiração o patrimônio cultural de sua Paraty natal.

Para o cineasta Luis Carlos Bigode, curador da mostra, “esta retrospectiva nos permitirá acompanhar a evolução de seu percurso, dos primeiros trabalhos onde a presença de blocos compactos forma a narrativa da tela, ao povoamento riquíssimo de seus espaços por uma multidão de personagens coadjuvantes, ações paralelas ao tema principal, pequenas telas dentro daquilo que retrata, numa inquietação que habita o mundo e o atelier dos grandes artistas”.

Em sua longa trajetória, Júlio realizou cerca de trinta exposições individuais, a primeira em 1971, em São Paulo, no Antiquário Chafariz. Ele também expôs no Centro Cultural São Paulo, em 1984, e no Rio de Janeiro, na Funarte, em 1979 e 1981. Participou também das Exposições Coletivas de Naifes Internacionais, em 1980, na Galeria do Bonfim de Amsterdam e na Galeria do Bonfim de Bonn, na Alemanha.

Ao mesmo tempo que acontece a exposição, haverá também a exibição permanente do filme que faz parte da série “Atelier do Artista”, com fotografia de Alisson Prodlik e direção de Luiz Carlos Lacerda, que é também o curador da exposição.

A mostra “O mundo paradisíaco de Júlio Paraty” conta com o apoio da Secretaria de Cultura de Paraty.

Julio Paraty – Paraíso Tropical. Acrílico sobre tela (Foto: Marcus Prado)

SERVIÇO

Abertura: 21 de janeiro de 2020, às 18hs
Período: de 22 de janeiro de 20209 a 21 de março de 2020.
Local: Sala Clarival Valadares e Ubi Bava – Endereço: Avenida Rio Branco, 199 – Cinelândia / (21) 3299 0600
Visitação: Terça a sexta, das 10h às 18h. Sábados, domingos e feriados, das 12h às 17h.
Venda de ingressos e entrada de visitantes até 30 minutos antes do fechamento do museu

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *