Belga Wafel - Bruxelas (Foto: Mauricio Moreno)

Belga Wafel traz doce europeu ao Rio

Que tal se deliciar com um verdadeiro wafel belga sem precisar sair do Rio? Essa é a proposta da Belga Wafel, comandada pela empresária Fabiana Schmaedecke, que é apaixonada pelo doce e trouxe a original receita belga direto da Europa para as terras cariocas.

Nascida em Porto Alegre (Rio Grande do Sul), Fabi se formou em turismo e sempre viajou pelo mundo afora para trabalhar. Segundo a empresária, a cada país em que ia tinha como tradição comprar um “souvenir gastronômico”. “A gastronomia local sempre me despertou muito interesse e curiosidade e por isso adorava experimentar e conhecer cada tipo de ingrediente que aquele país oferecia e fazia questão de comprar as delícias daquela região. Voltava para o Brasil com as malas carregadas de comida”, conta Fabi. Porém, a única coisa que ela nunca imaginou era que o seu amor pela culinária se transformaria em profissão.

Tudo começou quando a porto-alegrense se casou com um belga em 2004 e foi morar na Bélgica vivenciando durante seis anos uma imersão cultural e gastronômica do país. Ao retornar ao Brasil, em 2010, descobriu que realmente o sua afeição pela culinária falava mais alto. Foi quando em 2013 decidiu se matricular na escola Senac, se aventurando pelas panelas e utensílios de cozinha e colocando a mão na massa.

 

Belga Wafel – Bruxelas – Tradicional com queijo de cabra com pimenta rosa. (Foto: Mauricio Moreno)

Depois de formada, em 2014, Fabi resolveu voltar para a Bélgica, país que morou por tantos anos, mas dessa vez com outro objetivo: estagiar pelos restaurantes e padarias locais. Foi quando entrou para o Huis De Colvenier, lugar onde por três meses aprendeu a comandar as caçarolas. Porém, o que brilhava seus olhos era a padaria ao lado de seu trabalho, a Lints, um das mais conhecidas da região. Determinada, a empresária não pensou duas vezes e bateu na porta do estabelecimento pedindo por uma oportunidade de estágio. Foi assim que durante um mês, entre chocolates, tortas, pães, biscoitos, Fabi despertou a sua paixão pelos doces, principalmente pelos wafels.

Decidida a voltar ao Brasil, a empresária trouxe consigo não só suas malas, mas também suas máquinas de wafels. Assim começava a sua jornada de receitas e o aprofundamento pelo mundo do doce. E entre erros e acertos até chegar ao ponto ideal da tradicional massa belga, nascia a Belga Wafel, em 2015.

Comandada pela Fabiana, a marca, que esteve presente por cinco anos em uma das feiras mais conhecidas da cidade, a Junta Local, oferece uma variedade de opções do queridinho wafel, carro-chefe.

Entre as massas, destaque para a Bruxelas, 100% artesanal, a sugestão é versátil e cai bem tanto com salgado quanto com doce. É leve, crocante por fora e macia por dentro e leva pouco açúcar em sua composição. Além disso, é possível encontrar três tipos diferentes: o tradicional (massa branca), mármore (½ tradicional e ½ chocolate) e cacau (massa com chocolate), por R$12 cada.

Belga Wafel – Família Baunilha (Foto: Mauricio Moreno)

Já para as “formiguinhas de plantão” a massa baunilha é a ideal. Por ter mais açúcar no seu preparo, ela é amanteigada e considerada menos crocante e mais doce, combinando melhor com frutas e sorvetes. E entre as opções de sabores a tradicional (massa com baunilha), speculeta (massa com especiarias, noz moscada, gengibre, cravo, canela e cardamomo) ou chocobau (massa com chocolate), por R$ 8,50 cada.

E o que é bom sempre pode ficar melhor, Fabiana ainda sugere coberturas que compõem os wafels e dão um toque especial. Escolha entre o chocolate belga (R$ 25 – 250g); speculoos – brigadeiro feito com canela, gengibre, noz moscada, cravo e cardamomo (R$ 25 – 250g); doce de leite (R$ 18 – 250g) ou mel orgânico (R$ 18 – 150g). E para quem preferir as versões salgadas, não pode deixar de experimentar o queijo de cabra tipo Chevre com pimenta rosa (R$ 28 – 240g).

Além disso, Fabi também aposta em combos que são ideias para compartilhar entre a família e os amigos, como por exemplo o Xodózinho da Belga (R$ 100) que vem com cinco wafels Bruxelas tradicional, dois wafels baunilha e uma cobertura doce; o combo Baunilha (R$ 94) com dois chocobaus, duas baunilhas, duas speculetas e uma cobertura doce ou o Xodó da Belga Sabores Marcantes (R$ 130) com quatro wafels de Bruxelas tradicionais, um mel orgânico, um queijo de cabra e uma cobertura doce. Já o combo sobremesa, que serve até dez pessoas, é outra dica para dividir. A sugestão é composta por seis wafels família Bruxelas, seis wafels família baunilha e quatro coberturas (250g cada).

Serviço Belga Wafel

Pedidos por encomenda nos telefones (21) 99661-8585 / 98851-4665

Redes sociais: instagram – @belgawafel / facebook – @belgawafel

Leia: 

Chef Heaven Delhaye cria tartar que muda de cor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *