Julia Paco (Foto: Divulgação)

Aprenda um novo idioma durante o distanciamento

Parafraseando Kid Abelha, seja “na rua, na chuva, na fazenda”, tornar o isolamento mais produtivo (e bilíngue!) pode ser possível em um clique, em qualquer lugar. De aulas de culinária em inglês à prática para entrevistas de emprego, seja você da geração “cringe” ou “millennials”, a Country Manager do app Cambly, Julia Paco, dá dicas de como acelerar o aprendizado de uma nova língua “saindo da caixinha”. “Não existe uma fórmula exata, mas há um caminho a ser seguido para facilitar o aprendizado, e o período de home-office também pode ser um grande aliado” – conta.

Abaixo, a especialista dá algumas dicas para ajudar a traçar o caminho rumo à fluência.

O celular como parceiro: dentre as vantagens de se aprender inglês pelo celular, a mais visível é a disponibilidade. Hoje em dia, estamos conectados o tempo todo, por meio de smartphones – então que tal tornar esse tempo ainda mais produtivo para explorar uma nova língua através de apps? Dessa forma, é possível estudar de maneira muito mais constante. “O ideal é que o aluno determine seus horários e dias da semana. Por exemplo, tá na pausa do almoço e sobrou 15 minutos, aproveite para aprender inglês com nativos. Com certeza, essa é a grande sacada do Cambly – estudar a qualquer hora do dia, da noite, ou da madrugada.

Não foque em prazos: não se prenda em pensar quanto tempo é preciso para ser fluente em inglês. Apenas torne seu aprendizado em rotina, de forma que esse compromisso faça parte de seu dia a dia: coloque rótulos em objetos em inglês pela casa, assista às suas séries e filmes prediletos em inglês, seja um aluno disciplinado: separe ao menos 30 minutos por dia para estudar inglês. O importante é a frequência.

Controle da ansiedade: ao iniciarmos um novo aprendizado, o terreno que estamos por explorar é desconhecido. Este fato causa desconforto, mas é preciso controlar a ansiedade e continuar a investir no objetivo final. “É normal que sintamos vergonha ao errar na frente de outras pessoas, contudo, é necessário perder o medo de errar e arriscar para conseguir melhorar o nível de inglês” – conta Julia Paco. No Cambly, os alunos também podem escolher seus tutores de acordo com suas habilidades, o que também pode facilitar o aprendizado: “Você pode ter metas diferentes. Pode ser um inglês para negócios, uma prova de proficiência, uma vontade de viajar. Ou, simplesmente, pode estar começando a treinar a conversação e precisa de um professor para auxiliá-lo. Todas essas modalidades são contempladas na plataforma. Assim, você deve traçar seus objetivos antes de escolher um tutor nativo.

Pense nas oportunidades de trabalho: profissionais que dominam a língua conseguem ter grande destaque. O inglês é quesito indispensável para ajudar a ampliar seu networking e a se destacar no mercado. Esse pode ser um grande incentivo para que você não desista no meio do caminho. “Essa fluência também pode contribuir para a vida pessoal, principalmente em viagens de lazer” – complementa a especialista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *