Te Kahu, Wanaka, Nova Zelândia (Foto: Reprodução/ News Airbnb)

Airbnb lança canal e apoia cidades na pandemia

Com o agravamento da pandemia de COVID-19 e iniciativas em todo o país para tentar conter a escalada do número de casos, o Airbnb lança uma ferramenta para auxiliar as autoridades e comunidades locais. O novo Canal de Apoio ao Vizinho do Airbnb tem o objetivo de facilitar a comunicação de eventuais incidentes que possam surgir durante reservas nas proximidades, como festas e eventos, proibidos pela plataforma desde agosto do ano passado para evitar aglomerações e contribuir para estadias responsáveis.

Com essa atualização, a vizinhança terá um canal de acesso direto com o Airbnb 24 horas por dia, 7 dias por semana. Basta acessar a página airbnb.com.br/vizinho e detalhar o caso por escrito ou solicitar o apoio de um representante especializado, que dará retorno para atendimento por telefone.

O Brasil é o primeiro país da América Latina a receber a nova ferramenta, já em funcionamento em países como Estados Unidos, Canadá, Reino Unido e Nova Zelândia. “A segurança e o bem-estar de anfitriões, hóspedes e da comunidade de forma geral são prioridade para o Airbnb, e o nosso novo Canal de Apoio ao Vizinho vai facilitar que eventuais descumprimentos às determinações das autoridades locais e aos termos de uso do Airbnb sejam encaminhados o mais rapidamente possível”, diz Flávia Matos, diretora de relações institucionais e governamentais do Airbnb para a América Latina. “Incidentes na plataforma são raros, mas trabalhamos constantemente para torná-los ainda mais raros”, acrescenta.

Chateau d’Estoublon, Provence, França (Foto: Reprodução/ News Airbnb)

No caso de festas e eventos irregulares, anfitriões e hóspedes envolvidos estão sujeitos às penalidades estabelecidas pelo Airbnb, que podem incluir remoção da plataforma, e às medidas legais cabíveis.

O Airbnb reforça ainda que está comprometido com as iniciativas de contenção do coronavírus no país e que se tem comunicado de forma consistente com anfitriões e hóspedes sobre as restrições estabelecidas pelas autoridades, tanto por meio de e-mails diretos quanto em uma página especial na plataforma.

Além disso, a plataforma ressalta que adota diversas medidas para contribuir para a proteção da comunidade, como o Protocolo Avançado de Higienização, e que recomenda boas práticas também para hóspedes, com as quais é preciso se comprometer no momento da reserva. As orientações incluem uso de máscara e prática do distanciamento social.

A plataforma informa também que, globalmente, entre 1º de julho de 2019 e 30 de junho de 2020, apenas 0,086% das viagens tiveram algum incidente de segurança relatado por um anfitrião ou hóspede. O Airbnb conta com diversas ferramentas e processos de segurança para prevenir problemas desse tipo e para apoiar a comunidade caso eles aconteçam.

Chateau d’Estoublon, Provence, França (Foto: Reprodução/ News Airbnb)

Leia:

Empresa faz voos especiais de R$1 mi na pandemia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *