Reprodução do Titanic indo ao encontro do iceberg que o condenou. Foto: divulgação

Somente um seletíssimo grupo de pessoas teve acesso até hoje às ruínas do famoso Titanic, construído para ser "inafundável", como se dizia à época, mas que naufragou em 15 de abril de 1912 ao colidir com um gigantesco iceberg. Se você quiser fazer parte dessa turma, a empresa Cookson Adventures criou uma expedição de luxo que inclui um mergulho guiado para ver de perto os destroços do transatlântico e um jantar com a reprodução de pratos oferecidos aos passageiros abastados na ocasião. 

A experiência será restrita a apenas 9 pessoas e tem previsão para acontecer em julho deste ano. A visita ao Titanic, que fica a 3.800 metros abaixo do nível do mar, será feita durante a noite na companhia de um pesquisador, com tour por toda a embarcacão, como o convés, a sala de rádio e a grande escadaria, e explicações detalhadas sobre tudo.

Champanhe Heidsieck & Co Monopole Goût Américain será servido: um dos mais caros do mundo. Foto: divulgação

Depois, um grande jantar aguarda os participantes. Os chefs vão recriar 10 pratos que foram servidos aos passageiros da primeira classe. Os vinhos do período serão combinados com as receitas, entre eles uma garrafa do champanhe Heidsieck & Co Monopole Goût Américain de 1907, um dos mais caros do planeta, bebido no Titanic e resgatado dos destroços de um barco sueco que afundou em 1916.

Os preços da aventura ainda não foram divulgados. No entanto, dá para se ter uma ideia. Em 2017, uma outra companhia, a Blue Marble Private, ofereceu tour semelhante por cerca de US$ 105mil.