Savoy de Florença homenageia tradição regional do couro em décor de Natal

Terça-feira 18 Dezembro 2018 / Viagem e Turismo

Bolsas que pendem de guirlandas fazem parte da decoração de Natal em parceria com a Scuola Del Cuoio. Foto: divulgação

Este ano, o Hotel Savoy reabriu as portas em Florença após uma ampla renovação feita em parceria com a grife Emilio Pucci. E o primeiro Natal após o "renascimento" do luxuoso empreendimento do grupo Rocco Forte Hotels vai homenagear a tradição florentina de artesanato em couro, com decoração temática realizada em colaboração com a Scuola Del Cuoio (Escola de Couro). A Itália é um dos países líderes na produção de artigos confeccionados com o material e a grande maioria da produção nacional no segmento está centrada na região da Toscana.

Ao cruzar o lobby do hotel, os hóspedes verão pequenas árvores e estrelas em couro, assim como caixas elegantes com ferramentas artesanais antigas nas cores vermelho, verde, prata e ouro, tradicionais na paleta natalina. O destaque do décor vai para as bolsas 100% artesanais e feitas à mão que pendem de guirlandas de couro.

Artigos em couro criam contraste com poltronas e tapetes da Pucci. Foto: divulgação

A proposta da decoração foi criar um um contraste lúdico entre os artigos em couro, as duas poltronas by Pucci estampadas com flores, motivos renascentistas e elementos de pop art, e o tapete tufado à mão com a estampa “Lamborghini” dos acervos da Pucci em nuances de rosas, cinza, branco e preto.

A temporada ainda proporciona aos hóspedes do Savoy que comprarem o pacote "Festive Suite Experience" uma experiência exclusiva na Scuola del Cuoio, com aulas sobre a história e técnica do artesanato florentino em couro.

Pequenas árvores e estrelas feitas em couro foram distribuídas pelo lobby. Foto: divulgação  

Ferramentas artesanais antigas usadas no trabalho do couro também estão em exposição. Foto: divulgação

Por: REDAÇÃO DELOOX

Candidato a hotspot do verão: Juvenal Müller e João Benet reabrem Flutuante Rio

Sexta-feira 14 Dezembro 2018 / Viagem e Turismo

Os sócios João Benet e Juvenal Müller com o Flutuante Rio ao fundo. Foto: Ari Kaye

Bairro com uma das vistas mais espetaculares do mundo, a Urca fica lotada, especialmente no verão, de apaixonados pelo Rio de Janeiro, que conseguem observar dali o Pão de Açúcar, o Cristo Redentor, a Baía de Guanabara e as praias do Flamengo e Botafogo. Dá para ser mais incrível que isso? A boa notícia é que dá, sim. A partir de domingo (16), os cariocas e visitantes terão um motivo especial a mais para frequentar a região. O Flutuante Rio, plataforma que fica ancorada a 200 metros da famosa Mureta da Urca, volta a funcionar e todos os cartões-postais poderão ser vistos de lá com um hype a mais, pois o espaço funcionará como ponto de entretenimento e gastronomia.    

Os empresários Juvenal Müller e João Benet assumiram a empreitada e prometem tornar o local um dos mais disputados durante a temporada de temperaturas altas. Juvenal comanda uma empresa de catering, a Müller Gastronomia, que ficará responsável por levar aos frequentadores um menu à altura dos encantos da Urca.

“Optamos por manter o nome original do espaço, Flutuante Rio, que tem tudo para se tornar o novo point do verão carioca. Vamos oferecer bufê no almoço e jantar à la carte, mas tudo será preparado em terra firme”, explica ele.

Salada de camarão: receita do bufê servido no almoço. Foto: Ari Kaye

No cardápio, delícias do mar dão o tom e harmonizam com a paisagem. Mas há também receitas veganas e pratos leves com outros tipos de carnes. Entre os destaques da seleção, estão espaguete al nero com molho de frutos do mar, camarões, mexilhões e lulas; salada de quinoa com muçarela de búfala, tomate cereja e manjericão; e arroz negro com frango ao curry. 

Para acompanhar, drinks, música e arte. A trilha sonora fica a cargo da Radio Ibiza, com som ambiente de domingo a quinta, até 22h, e DJs convidados aos finais de semana, com encerramento às 23h toda sexta e sábado. Outro atrativo é o atelier-galeria a céu aberto de Pedro Benet, artista plástico catalão residente que criou uma série de obras inspiradas no entorno da embarcação. 

Diferentes versões de Gin Tônica e Moscow Mule estão na carta do Flutuante Rio. Foto: Ari Kaye

Fundado em 1978, quando passou a abrigar a primeira escola de mergulho da América Latina, o Flutuante Rio tem uma área social com 300m², incluindo um espaço indoor, uma espécie de “aquário”, todo feito com vidro climatizado, com capacidade para 60 pessoas, onde serão servidas as refeições. A estrutura ainda abriga um lounge bar no deque para 30 pessoas. O acesso será feito por meio de uma balsa exclusiva à disposição dos visitantes que sairá da mureta da Urca, próximo ao Bar Urca, na Avenida João Luiz Alves, na altura do nº 338.

“Queremos transformar o espaço em um ponto turístico e passeio imperdível não só para turistas como também os próprios moradores da cidade”, comemora o sócio João Benet.

Flutuante visto do deque: Baía de Guanabara aos pés do Cristo Redentor. Foto: Ari Kaye 

Por: REDAÇÃO DELOOX

W South Beach apresenta programação para Art Basel

Quinta-feira 06 Dezembro 2018 / Viagem e Turismo

W South Beach é um dos centros de ações da Art Basel de Miami. Foto: divulgação

Começa nesta quinta (6) em Miami a nova edição da Art Basel, considerada a maior feira de arte dos Estados Unidos. Galerias, ruas e centros de exposições da cidade recebem uma intensa programação de mostras, instalações e performances. Entre estes espaços artsy está o hotel W South Beach, que abriga até domingo (9) obras de artistas como o argentino Tomás Saraceno e o italiano Quayola.

Saraceno é conhecido por suas instalações interativas em grande escala e esculturas flutuantes e, no hotel, apresenta trabalhos que propõem ao espectador explorar novas formas sustentáveis de "viver e sentir o meio ambiente", como diz o artista. Já o italiano Quayola explora fotografia, geometria, esculturas digitais baseadas em tempo e imersivas com instalações audiovisuais e performances. Através desses meios, ele sugere discussões entre o real e o artificial, o figurativo e o abstrato, e o velho e o novo.

Para quem curte arte com interferências high-tech, o W South Beach recebe ainda o espaço de arte digital Artechouse. As grandes atrações são os designers e coreógrafos franceses Adrien M e Claire B, que exibem sua cultuada instalação "XYZT".

Adrien Mondot e Claire Bardainne apresentam no hotel a mostra 'XYZT'. Foto: divulgação

Por: REDAÇÃO DELOOX

Dez lugares que estão entre os mais caros do mundo para viajar

Segunda-feira 03 Dezembro 2018 / Viagem e Turismo

Quando o dinheiro não é problema, o mundo inteiro se abre em infinitas possibilidades de destinos para a sua próxima viagem. Alguns são daqueles que devem ser visitados ao menos uma vez na vida, cujos encantos inestimáveis vão garantir ao viajante uma experiência impossível de ser esquecida. O Deloox fez uma lista com dez desses lugares magníficos, que vão desde uma expedição de 24 horas na Antártida a refúgios de férias disputados pelas celebridades em busca de privacidade. Tanta diversidade fica evidente no preço: as acomodações vão de US$ 1,1 mil a US$ 195 mil por dia. 

1. Pikaia Lodge, Galápagos, Equador

Pikaia Lodge. Foto: divulgação

É em Galápagos, o arquipélago preferido do Pai da Teoria da Evolução, Darwin, que fica o Pikaia Lodge, "criado para o viajante que tem consciência ambiental, fisicamente ativo e aventureiro", como anuncia o empreendimento. Com localização central, dá acesso fácil a todas as ilhas. Algumas das atrações pitorescas incluem jantar no alto de uma cratera, onde fica o restaurante do hotel, ou passear pelas instalações e esbarrar com uma tartaruga gigante. Passar uma semana na suíte da piscina do hotel custa US$ 10,205 por pessoa. 

2. Ilha particular North Island, Seychelles

North Island, Seychelles. Foto: divulgação

Tire férias luxuosas como o casal George e Amal Clooney no resort desta ilha particular. O North Island é composto por 11 casas, escapada boa para quem quer passar uns dias isolado do mundo. Por US$ 11 mil a diária, é possível ter a experiência de descansar numa villa de quase 800 metros quadrados com deck de madeira, coqueiros e até uma entrada exclusiva para a praia. Dizem ainda que o local foi cenário da lua de mel do princípie William e Kate Middleton.

3. Bisate Lodge, Ruanda

Bisate Lodge, Ruanda. Foto: divulgação

Aberto há pouco mais de um ano, o Bisate Lodge fica próximo ao Parque Nacional dos Vulcões de Ruanda. São apenas seis villas, todas desenhadas com inspiração nos palácios da monarquia do país, apresentando lareiras centrais e decks com vista para os vulcões. Os hóspedes podem optar por colaborar com o projeto de reflorestamento liderado pelo Lodge ou com a preservação dos gorilas-da-montanha, espécie em extinção. As diárias começam a US$ 1,1 mil por pessoa.       

4. White Desert, Antártida

White Desert, Antártida. Foto: divulgação

Para aqueles que querem uma viagem ultra luxo mesmo que curta, o resort White Desert oferece uma experiência única na Antártida. Começando na Cidade do Cabo, os viajantes embarcam num jatinho da Gulfstream para chegar ao continente gelado, que pode ser explorado durante oito horas. O dia termina com um jantar gourmet regado a champagne. A viagem inteira dura menos de 24 horas, mas custa R$ 195 mil. 

5. Tierra Patagonia, Chile

Tierra Patagonia, Chile. Foto: divulgação

Instalado num dos cenários mais impressionantes do Chile, o Hotel & Spa Tierra Patagonia é todo composto por janelões do chão ao teato que servem de moldura para a beleza do Parque Nacional Torres del Paine. Para finalizar um dia de caminhadas explorando as belezas da região, a temperatura e o cenário convidam a se aconchegar debaixo do edredom e observar a incrível vista tomando uma taça de vinho chileno. A suíte all-inclusive tem preços a partir de US$ 3,4 mil por noite para dois hóspedes. 

6. Laucala Island Resort, Fiji

Laucala Island Resort. Foto: divulgação

Na Ilha Laucala, foram construídas as villas do exclusivíssimo Laucala Island Resort, que conta com spa, campo de golfe e restaurantes comandados por chefs estrelados. Quatro noites, a estadia mínima, custam cerca de US$ 44 mil para uma villa com três quartos. O acesso é feito apenas por uma estrada particular na ilha, que também é uma propriedade privada. Para conseguir uma reserva, é necessário mais que dinheiro: o proprietário, o multimilionário Dietrich Mateschitz, dono da Red Bull, precisa aprovar os hóspedes. 

7. George V, Paris

George V, Paris. Foto: divulgação

Um dos hotéis mais icônicos de Paris tem também uma das vistas mais privilegiadas da capital francesa. Da varanda da penthouse do Hotel Georges V, a Torre Eiffel pode ser admirada sem obstruções, ideal para sessões de foto ou surpresas românticas. No interior da suíte, encontra-se uma série de elementos luxuosos, como uma banheira de mármore de borda infinita. As diárias na cobertura custam a partir de US$26,5 mil.

8. Raj Palace, Jaipur, Índia

Maharajah’s Pavilion, Raj Palace, Jaipur. Foto: divulgação

O extravagante Maharajah’s Pavilion, um apartamento de quatro andares concetados por elevador e entrada particular no Raj Palace, sai por US$ 15 mil a diária. A cobertura do apartamento possui um terraço, onde o hóspede pode relaxar numa jacuzzi admirando a vista panorâmica de Jaipur. E, para se sentir como um rei, há ainda um museu particular no segundo andar, onde estão expostos alguns itens da realeza indiana. A suíte tem valores a partir de US$15 mil a noite.

9. Hotel Presidente Wilson, Genebra, Suíça

Royal Penthouse do Hotel Presidente Wilson, Genebra. Foto: divulgação

Citada frequentemente como a suíte mais cara do mundo, a Royal Penthouse, do hotel Presidente Wilson, é considerada a maior da Europa, com mais de 510 metros quadrados de espaço. O apartamento tem 12 quartos no total, disponíveis para hospedagem por US$ 80 mil por noite. O ponto alto é o terraço, que tem vista deslumbrante dos Alpes que cercam o Lago Léman. 

10. Expresso Transiberiano Golden Eagle

Expresso Transiberiano Golden Eagle. Foto: divulgação

O Golden Eagle é o trem transiberiano mais luxuoso que existe, no qual os hóspedes podem viajar através dos icônicos trilhos russos com muito glamour. As acomodações são tão sofisticadas quanto as de hotéis cinco estrelas, com pisos aquecidos no banheiro, serviço de lavanderia e um vagão que funciona exclusivamente como bar, com música comandada por um pianista residente. Uma viagem de 15 dias custa pouco menos de R$ 31 mil em hospedagem na Suíte Imperial.

Por: REDAÇÃO DELOOX

Paris: Lounge da Air France ganha toque da realeza de Versalhes

Sexta-feira 23 Novembro 2018 / Viagem e Turismo

Agora, os viajantes de primeira classe da Air France serão recebidos no lounge da companhia no aeroporto Charles de Gaule, em Paris, com requintes monárquicos. O espaço acaba de ganhar uma ambientação especial que remete aos famosos jardins do Palácio de Versalhes e gastronomia inspirada no restaurante que o lendário Alain Ducasse mantém no castelo construído pelo rei Luís XIV. 

Linguado com acelgas suíças é o novo prato servido no lounge da Air France no Charles de Gaulle. Foto: divulgação

O décor diz ao que veio logo na entrada, com uma exposição de laranjeiras pertencentes à coleção botânica de Versalhes. Segundo a empresa, a proposta é criar uma atmosfera de tranquilidade e bem-estar a partir da exuberância dos padrões ornamentais verdes dos jardins franceses. 

Já a experiência culinária começa no almoço, quando o chef responsável pelo lounge, Teddy Merienne, oferece aos viajantes um prato criado para os jantares exclusivos realizados no Ducasse do Palácio de Versalhes: linguado com acelgas suíças.

A hora do chá ganha o menu "Les Délices de Marie-Antoinette", em homenagem à mais célebre habitante de Versalhes, com bolo mármore, brioche de chocolate e um Luís XIV, a sobremesa de assinatura do restaurante Ducasse no Palácio. As receitas são servidas com um café ou chocolate quente, que era o costume da rainha. Detalhe: o serviço todo é realizado em louças da Antiga Fabricação Real de Limoges, em reproduções idênticas feitas pela Maison Bernardaud e também usadas no endereço de Ducasse no castelo.

Chá com delícias inspiradas em Maria Antonieta servidas em louças luxuosas são novidade no La Première Lounge. Foto: divulgação

 

Por: REDAÇÃO DELOOX