Escurecimento da vagina e o tamanho dos pequenos lábios fazem mulheres buscar rejuvenescimento íntimo

Questões estéticas e funcionais têm levado um número cada vez maior de mulheres a buscar nos consultórios o rejuvenescimento íntimo. O tema, inclusive, está em foco esta semana na capital carioca durante o XVIII Congresso de Cosmiatria da Policlínica Geral do Rio de Janeiro, que reúne especialistas até sexta (28) na sede da instituição, no Centro. Segundo a coordenadora do evento, a dermatologista Andréia Mateus, a maior parte das reclamações se concentra no escurecimento da vagina, no excesso de pelos e no tamanho dos pequenos lábios. 

A médica explica que as queixas chegam, em sua maioria, de pacientes mais maduras. "Para cada caso, há uma indicação, mas as mulheres que mais procuram são as que estão no período da menopausa, quando é possível notar o escurecimento da parte íntima e o crescimento dos lábios, entre outros fatores."

Ainda assim, segundo Andréia, a idade não é fator de impedimento para buscar ajuda. "Se a pessoa tiver qualquer desconforto estético em qualquer idade, é possível procurar um consultório para uma avaliação médica. A partir daí, será detectada ou não a necessidade do tratamento, que pode ser preenchimento, uso de toxina botulínica e laser, entre outras técnicas."  

Andréia Mateus, dermatologista: o rejuvenescimento vaginal pode ser feito em qualquer idade. Foto: divulgação

Excesso dos pequenos lábios, rupturas pós- parto, vaginismo, suor excessivo, alterações de pele, como a coloração, e excesso de pelos são alguns problemas que podem ser tratados pela dermatologia, de acordo com Andréia. Em outros casos, no entanto, o sucesso do tratamento depende de um trabalho em conjunto com o ginecologista. "Dependendo da queixa, a abordagem deve ser multidisciplinar. Eu oriento a paciente a procurar também um ginecologista para uma avaliação, porque tem a questão funcional da flacidez, o envelhecimento e a perda de estética genital. No entanto, dermatologistas podem atuar em praticamente toda a área genital", conclui ela.