Primavera: Saiba como cuidar da pele durante a estação

Terça-feira 24 Setembro 2019 / Saúde e Bem Estar

Foto: Alexandr Ivanov / Pixabay

O clima seco do inverno e as altas temperaturas do verão prejudicam a saúde da pele. Com a chegada da primavera, é a hora de encontrar o meio termo e apostar em sua recuperação. Mas quais são os melhores procedimentos para esta temporada?

Segundo a micropigmentadora estética Vanessa Bottino, a limpeza de pele é fundamental pois durante o dia diversas partículas vão se acumulando e, se não forem removidas, a pele entra em desequilíbrio. “Poluição, maquiagem, células mortas... Uma pele repleta de sujidades fica mais suscetível ao aumento da oleosidade, devido à obstrução dos poros e, consequentemente, ao surgimento de cravos e espinhas”, diz a especialista. Além disso, o rosto que não é devidamente higienizado fica com visual opaco, sem vida.

Muitas pessoas têm dúvidas em relação ao sol na hora do bronzeamento. A exposição solar pode trazer benefícios e malefícios. Um dos pontos positivos é a síntese de vitamina D, que é essencial para o organismo, já que sua carência pode desencadear disfunções de ordem óssea. Ademais, o excesso de exposição solar colabora para o envelhecimento precoce, formação de manchas e câncer de pele. Os cuidados com a fotoproteção e com a hidratação não devem ser esquecidos.

Vanessa Bottino (Foto: Divulgação)

Benefícios do sol: Diminui o risco de fraturas ósseas, osteoporose e doenças ligadas aos ossos e reduz o surgimento de doenças crônicas, como as cardiovasculares, câncer e autoimunes.

Com a chegada da estação mais florida do ano, os cravos e espinhas resolvem aparecer também. Tanto as espinhas quanto os cravos são manifestações de acne. Essa inflamação acaba sendo bem comum na pele oleosa, principalmente na zona “T” do rosto. Eles podem ser tratados com alguns cuidados diários como o uso de produtos típicos, como sabonetes, filtros solares seborreguladores e dermocosméticos com ácido salicílico e derivados e ácido glicólico.

A água termal é uma grande aliada na primavera e no verão. Proveniente das estações termais da França, ganhou fama por ser mais mineralizada que a água comum. A esteticista Natalia Nascimento lista alguns benefícios desse item que dá para levar na bolsa: acalma a pele sensível ou sensibilizada, refresca, hidrata, contribui para a reposição de sais minerais perdidos ao longo do dia, é antioxidante e suaviza irritações e coceiras.

Natalia também recomenda acompanhamento com seu dermatologista ou esteticista para garantir uma pele saudável, não só na primavera, mas em todas as estações do ano. “Além do ’Home Care’, é fundamental que se faça um acompanhamento clínico uma vez que a pele está sujeita a diversas variações. A acne na fase adulta, por exemplo, é a mais severa e requer cuidados maiores que nem sempre conseguem ser realizados sem a ajuda de um profissional”, conclui.

Natalia Nascimento (Foto: Divulgação)

Por: REDAÇÃO DELOOX

Nutricionista desenvolve e-book sobre como alimentação ajuda no tratamento de melasma

Sexta-feira 06 Setembro 2019 / Saúde e Bem Estar

Luma Monteiro (Foto: Divulgação)

Os problemas na pele, em geral, afetam a qualidade de vida das pessoas. E o melasma não foge à regra. São 150 mil casos registrados no Brasil todos os anos. As manchas escuras, amarronzadas que surgem no rosto, na testa, bochecha, queixo e nariz aparecem em sua maioria em mulheres entre 25 e 50 anos. 

A nutricionista Luma Monteiro sofre com melasma desde o ano passado quando as manchas surgiram em suas bochechas e testa. Para auxiliar outras mulheres que passam pelo mesmo problema, ela desenvolveu um e-book gratuito que fala sobre como a alimentação pode ajudar no tratamento da doença. 

De acordo com a nutricionista, normalmente o meslasma aparece no região do rosto, mas o problema pode alcançar branços e ombros também. “Não existe um fator específico, mas o uso de anticoncepcionais, o desequilíbrio hormonal e principalmente a exposição solar estimulam o desenvolvimento da doença”, afirma.

O tratamento para melasma pode ser realizado de dentro para fora como o nutricionista trata. “Através da alimentação antiinflamatória, com uso de vitaminas antioxidantes e fitoterápicos que vão agir de dentro da célula, inibindo a pigmentação através dos melaninos”, explica Luma. O tratamento externo ocorre através do dermatologista ou esteticista. Luma salienta a importância do uso diário do protetor solar.

Para baixar o e-book, acesse o link

Novos tratamentos estéticos 

A micropigmentadora Danielle Furtado desenvolveu um protocolo especial para amenizar os efeitos do melasma utilizando o tratamento da Coréia do Sul que chegou ao Brasil para revolucionar o mercado da estética, Bb Glow.

Master na técnica coreana, Danielle explica que o tratamento ameniza o melasma. “Ele camufla levemente por possuir baixa carga pigmentária e alguns ativos clareadores. Os resultados são visíveis e satisfatórios, mas o melasma é uma doença complexa. O ideal é realizar o tratamento estético sempre em conjunto com um acompanhamento dermatológico.

Já na clínica Bem Bonita, localizada na Barra, a biomédia Michele Carvalho afirma que os melhores tratamentos estéticos para o melasma são os peelings químicos e microagulhamento associado à ativos clareadores como ácido tranexamico, ácido kójico, vitamina C, etc. Led azul (luz fria) associada à ativos fotoativados e clareadores também ajudam a tratar o melasma.

Como o melasma não tem cura clínica e é multifatorial, o tratamento é contínuo e inclui o uso de produtos em casa (home care) com efeito clareador. Alguns profissionais recomendam tratamentos a laser como o CO2 fracionado, mas, segundo Michele, não é aconselhável. Fontes de calor podem agravar a mancha.

Michele Carvalho (Foto: Divulgação)

Por: REDAÇÃO DELOOX

Setembro Amarelo: Poeta cria projeto para conscientizar jovens sobre a depressão

Quarta-feira 28 Agosto 2019 / Saúde e Bem Estar

Hugo Novaes (Foto: Divulgação)

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a depressão atinge um em cada cinco adolescentes de até 18 anos e é a segunda maior causa de morte entre a faixa etária de 15 à 29 anos. Os dados são alarmantes e somando esta informação à campanha mundial de conscientização e prevenção ao suicídio “Setembro Amarelo”, Hugo Novaes, conhecido como Poeta Digital, desenvolveu seu projeto “Depressão não rima com coração”, usando a arte para salvar vidas. 

Uma pesquisa desenvolvida na Universidade de Exeter, no Reino Unido, descobriu que a poesia atua na parte do cérebro responsável pela memória e pelos sentimentos. Embasado nesta informação, o foco do projeto é este, despertar sentimentos positivos nos jovens espectadores. Hugo conta que a proposta é ministrar palestras que tratem com arte e leveza um assunto tão pesado: “Tocar a alma, provocar empatia, conversar sobre os contextos causadores da doença”, tudo isso em poemas que evoquem amor-próprio e autoestima, durante cerca de 50 minutos de apresentação que prometem prender a atenção através do dinamismo. 

Inicialmente, as palestras são projetadas para escolas e universidades, onde encontra-se maior concentração do público-alvo. Porém o poeta pretende ir além e levar para outros lugares, combatendo a depressão ao máximo. 

O objetivo é salvar pessoas: “Se conseguirmos salvar uma só vida, já não conseguiríamos medir a importância do projeto, imagina salvar várias delas”, almeja Hugo. 

A poesia vem com todo o embasamento científico necessário para curar. O psicólogo Leonardo Pedrosa, idealizador do canal Psicologia Em Um Minuto, foi como um alicerce no desenvolvimento do projeto, dando a base para a arte de Hugo. Diante da seriedade do tema, Leonardo se prontificou a dar todo o suporte para que não houvessem arestas. 

Hugo Novaes (Foto: Divulgação)

Com quase 200 mil seguidores no Instagram com o projeto 1tema1minuto1poema e várias participações em programas de TV, Hugo Novaes traz a poesia de forma leve e criativa, sem rodeios.

O poeta ganhou o prêmio Oscar Alagoano – destaque como artista da cultura da região, premiação esta que o rendeu também uma indicação para ocupar uma cadeira na Academia Alagoana de Cultura e outra na Academia Maceioense de Letras. 

Por: REDAÇÃO DELOOX

Hotel oferece programa de Yoga no rooftop com meditação e café da manhã funcional

Terça-feira 20 Agosto 2019 / Saúde e Bem Estar

ReYoga - Praia Ipanema Hotel (Foto: Divulgação)

Este mês, o Praia Ipanema Hotel lança o projeto REYoga. São aulas de yoga com inscrições abertas para o público - a ideia é que hóspedes e não hóspedes possam participar.

O ReYoga acontece no Rooftop do hotel, único que tem visual 360º do Rio, uma manhã por semana durante um mês -  quintas-feiras 22 e 29 de agosto, 5 e 12 de setembro, sempre das 8h às 12h. A professora Re Mozzini – diretora da Premananda Yoga School e especialista em mais de 5 modalidades de Yoga – é quem comanda os encontros, que tem como filosofia ir além dos exercícios físicos e empoderar usando a yoga como ferramenta para reconectar corpo e mente. Para isso, as aulas trabalharão conceitos como conhecimento do corpo físico e conexão com a sua natureza, resgate da essência, desprogramar padrões mentais limitadores e equilíbrio dos chakras. O último módulo do programa vai além e foi idealizado para ajudar os alunos a reprogramar a mente para o sucesso, desenhar uma rotina de práticas diárias e encontrar seu próprio Dharma (propósito).

Durante os encontros, a prática será seguida de conteúdo teórico e vivencias, além de meditação final e café da manhã funcional no Espaço 7Zero6. Entre as comidinhas, elaboradas pelo chef do hotel especialmente para o projeto, estão opções como carpaccio de melancia, geleia de mamão com mirtilo e cardamomo, mingau de aveia com banana tostada e sorbet de manga, além de muitas outras.

ReYoga - Praia Ipanema Hotel (Foto: Divulgação)

Para participar, o pacote inclui além de 4 aulas práticas e teóricas, todo o material e café da manhã funcional no hotel. Informações e inscrições pelo telefone (21) 2141-4949/ (21) 99727-0874 ou e-mail contato@espaco7zero6.com.br.

Por: REDAÇÃO DELOOX

Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica promove mutirão de cirurgias reparadoras em hospitais

Segunda-feira 29 Julho 2019 / Saúde e Bem Estar

André Maranhão (Foto: Tomas Rangel)

Na terça (30), a Sociedade Brasileiera de Cirurgia Plástica - SBCP promoverá um mutirão de cirurgias plásticas reparadoras em hospitais credenciados pelo órgão. Serão mais de 150 procedimentos realizados no mesmo dia em pacientes que já estiverem na fila de regulação do estado. O número representa o triplo da quantidade de procedimentos realizados em dias normais. À frente do evento está o Dr. André Maranhão, especialista e presidente da instituição.

O mutirão envolverá 18 tipos diferentes de serviços, feitos por médicos membros da instituição com a ajuda de residentes, voltados para redução de mama, remoção de tumores de pele, cirurgias infantis, como otoplastia e lábio leporino, e sequelas de traumas e queimaduras.

A ação acontece na mesma semana do Baker Gordon, simpósio de cirurgia plástica mais tradicional do mundo, durante a 38ª Jornada de Cirurgia Plástica Carioca, que será realizado no Hotel Windsor Oceânico, na Barra da Tijuca, a partir de quarta (31).

Por: REDAÇÃO DELOOX