Virgin Galactic revela design de seu novo jato comercial

Quinta-feira 06 Agosto 2020 / Viagem e Turismo

Virgin Galactic Mach 3 (Foto: Reprodução)

Após anunciar uma parceria com a NASA para viagens comerciais à Estação Espacial Internacional, a Virgin Galactic surpreende novamente. A empresa de turismo espacial revelou qual será o design de seu jato comercial Mach 3 capaz de voar a velocidades superiores a 2.300 mph (milhas terrestres por hora). Assim, será possível fazer uma viagem de Nova York a Londres em menos de 90 minutos.

A idéia da Virgin Galactic é tornar as viagens supersônicas práticas, sustentáveis ??e seguras, sem comprometer a experiência de vôo para seus clientes. Os parâmetros básicos do projeto inicial incluem uma aeronave delta de asa certificada Mach 3, que teria capacidade para levar de 9 a 19 pessoas a uma altitude superior a 60.000 pés e com layouts de cabine personalizados para atender às necessidades de cada cliente.

O jato supersônico vai operar como outros jatos de passageiros, integrando-se à infraestrutura aeroportuária existente e ao espaço aéreo internacional de todo o mundo. Mesmo com as notícias animadoras, a empresa ainda não deu o cronograma de desenvolvimento da aeronave. 

Virgin Galactic Mach 3 (Foto: Reprodução)

Leia: Conheça Athénea: a primeira suíte flutuante e ecológica do mundo

Por: REDAÇÃO DELOOX

Petra Gold exibe espetáculo com participação de Simone Cadinelli

Quarta-feira 05 Agosto 2020 / Comportamento

O projeto Teatro Já transmitiu mais uma peça diretamente do Teatro Petra Gold, no Leblon, na terça (7). Desta vez, o espetáculo escolhido foi "Leonilson - todos os rios levam à sua boca", com Arlindo Lopes e direção de Mariana Vianna. Para dar um toque diferente nesta experiência digital, as apresentações vão ter um convidado especial a cada semana. A primeira escolhida foi Simone Cadinelli.

Veja os cliques de Cristina Granato.

Arlindo Lopes

Marina Vianna e Arlindo Lopes

Arlindo Lopes e Simone Cadinelli

Equipe

'Leonilson - todos os rios levam à sua boca'

Por: REDAÇÃO DELOOX

Baccarat e Harrods abrem as portas de bar exclusivo em Londres

Terça-feira 04 Agosto 2020 / Viagem e Turismo

Baccarat Bar (Foto: Divulgação)

A Harrods, uma das mais famosas lojas de departamentos do mundo, anunciou a abertura do Baccarat Bar, criado em parceria com a lendária marca francesa de cristal, em Londres. O novo bar oferece aos hóspedes uma experiência de mixologia elegante.

O bar possui uma entrada externa em frente à Estação Knightsbridge. O espaço foi projetado para receber até 23 pessoas, criando um ambiente íntimo para se reconectar com a família, amigos e os entes queridos de forma segura. 

Baccarat Bar (Foto: Divulgação)

Um ícone do glamour e do luxo desde 1764, a Baccarat é sinônimo de artesanato francês. Até hoje, a marca simboliza a inimitável arte francesa de viver, alcançando o equilíbrio entre herança e modernidade. Cada peça, feita à mão pela Baccarat, simboliza um know-how transmitido de geração em geração ao longo dos séculos por artesãos. No Bar Baccarat, o peso de cada copo, os deslumbrantes cortes tipo joia, o brilho, e o som do cristal são os detalhes e elementos de qualidade que prometem fazer de cada encontro um momento especial.

“O novo Baccarat Bar dentro da Harrods é uma adição emocionante à nossa lista de experiências da marca. Em parceria com a Harrods, nossas equipes pensaram em cada detalhe para oferecer aos clientes uma experiência memorável e agradável: drinques exclusivos com culinária interessante, imersos na beleza de um ambiente refinado, vestido com lustres de cristal, copos de cristal de várias coleções e estilos e, claro, os coquetéis mais incríveis e artísticos. Todos decorados com uma mistura perfeita de herança e glamour", diz Jack Sun, CEO da Baccarat.

Baccarat Bar (Foto: Divulgação)

 Leia: Galeries Lafayette Haussmann reabre em Paris com medidas de segurança

Por: REDAÇÃO DELOOX

Cinemateca libera programação de agosto para se divertir em casa

Segunda-feira 03 Agosto 2020 / Comportamento

Foto: Reprodução/Pixabay

Durante o mês de agosto, a Cinemateca do MAM vai trazer novos títulos para sua programação online, enquanto o auditório Cosme Alves Netto permanece fechado em razão da pandemia.

Nesta perspectiva, três documentários serão exibidos: "Uma questão de fé", de Élber Xavier, "Animal indireto", de Daniel Lentini, e "Edna", de Edna Toledo. O curta documental de Xavier registra a celebração da festa de Iemanjá no Rio de Janeiro, numa trajetória que se inicia no Mercadão de Madureira e segue até a praia de Copacabana. Já os filmes de Lentini e Toledo (que serão apresentados em uma sessão dupla) refletem sobre a questão da saúde mental e sobre o cinema como uma possível forma de cura. Temas ainda mais importantes no contexto atual.

Na sequência, dois curtas que desdobram as comemorações dos 65 anos da Cinemateca - e foram produzidos por lá - entram em cartaz: a ficção "Valentina" e o documentário "Juliana".

Já "Me cuidem-se! (parte VI)", de Bebeto Abrantes e Cavi Borges, é a última parte de um filme-processo que vem sendo desenvolvido nos últimos meses durante a crise sanitária do COVID-19. Com um sentimento de urgência, busca criar um registro sobre o impacto da pandemia e do isolamento social na vida de diferentes pessoas em diversas regiões da cidade do Rio de Janeiro.

Cacaso na corda bamba (Foto: Reprodução/Curta)

Três filmes do coletivo Anarca Filmes, cuja produção audiovisual será toda depositada na Cinemateca do MAM, entram na programação. "Migues", "Waleska Molotov" e "Bad Galeto: no Limite da Morte" são três obras que representam a experimentação, o engajamento, a criatividade e combatividade do trabalho desenvolvido pelo coletivo que reúne artistas e pensadoras LGBTQI+. 

Por fim, o público poderá assistir em casa a sessão especial em parceria com o Recine - Festival Internacional de Cinema de Arquivo. Criado em 2002, o Recine é um parceiro regular da Cinemateca e tem por objetivo divulgação de obras realizadas com materiais de arquivo e a valorização do trabalho de preservação do patrimônio audiovisual. Na ocasião, o título escolhido foi o doc "Cacaso na corda bamba", de José Joaquim Salles e Ph Souza, vencedor do festival em 2016.

Para fazer escolher os seus favoritos e criar sua própria programação, acesse o link http://www.vimeo.com/mamrio.

Por: REDAÇÃO DELOOX

Conheça Athénea: a primeira suíte flutuante e ecológica do mundo

Sexta-feira 31 Julho 2020 / Viagem e Turismo

Foto: Martin Paddle

Uma suíte flutuante e ecológica chamada Athénea. Essa é a embarcação que está causando burburinho no setor de luxo europeu. Projetada e criada na França por uma equipe de designers, engenheiros e arquitetos navais, a proposta é oferecer conexão com a natureza e experiência multissensorial aos hoteleiros e viajantes.

Equipada com motor elétrico silencioso, a suíte utiliza energia solar 100% renovável para flutuar indefinidamente, graças a cinco painéis solares voltados para o sul e duas vagens de propulsão elétrica. 

Sua forma abobadada é projetada para seguir os raios do sol e se misturar perfeitamente ao ambiente, enquanto seu poço serve bem como um observatório submarino e um sistema de ar condicionado natural. Os serviços opcionais incluem um sistema de dessalinização e fogão a lenha.

Photo: Yann Richard

A cápsula de 50 m² inclui três espaços internos. O espaço diurno está equipado com um sofá, mini bar, móveis revestidos a concreto encerado e uma janela subaquática de três metros. O espaço noturno é composto por uma cama circular de 2,20m e um banheiro. O espaço de relaxamento possui um solário de 360° no telhado que cabe até 12 pessoas. As interiores são inteiramente feitas de materiais sustentáveis.

Oferecendo uma nova forma de experiência turística entre a visão subaquática e a exploração da terra, a Anthénea permite ao viajante descobrir novos territórios e viver experiências inusitadas. Sem licenças de construção ou construções demoradas, e com menos impacto ao ambiente, a hospedagem oferece aos hoteleiros uma abordagem ecoresponsável à hospitalidade.

Para participar de uma das viagens será preciso desembolsar valores a partir de 535 mil dólares.

Foto: Louise Drone / Divulgação

Por: REDAÇÃO DELOOX