Rolex Submariner Date Green Hulk (Foto: Divulgação)

Rolex teve um ano impressionante vendendo aproximadamente 1 milhão de unidades em 2019, onde a demanda por seus relógios era muito maior que a oferta. Assim, a relojoaria suíça de luxo decidiu aumentar os preços de seus relógios, especialmente os da linha esportiva de aço da marca. Os preços aumentaram entre 3 e 6% nos Estados Unidos. Ou seja, quem decidiu adiar a compra de um relógio Rolex para 2020 terá que pagar pelo menos algumas centenas de dólares a mais. Por exemplo, o aço Oyster Rolex Submariner “No Date”, que anteriormente custava US$ 7.500, agora está listado no site da marca nos EUA por US $ 7.900.

Como mencionado anteriormente, o aumento no preço é principalmente para os relógios esportivos de aço Rolex, o que é um pouco irônico, porque a maioria desses modelos quase nunca está disponível no varejo. Há uma lista de espera extremamente longa para esses relógios e eles são negociados a preços significativamente acima do varejo no mercado secundário (quase o dobro do preço sugerido na maioria dos casos).

O aumento nos preços dos relógios da marca chega de forma tardia. A última vez que a Rolex subiu os preços de suas peças nos EUA foi em 2012.

Relógio Rolex (Foto: Divulgação)

 

Leia mais: Lamborghini mostra carro especial que só pode ser dirigido virtualmente