Vibrador é feito de platina com diamantes brancos e rosas, além de safira e pérolas. Foto: divulgação

Muita gente corre atrás do segredo para alcançar o prazer máximo no sexo. Nesta semana do orgasmo, sabe-se que uma das formas, sem dúvida, é ter alguns milhões na conta e investir no que pode catapultar uma pessoa às alturas: o vibrador mais caro do mundo. Que tal? Para os bolsos abastados, o joalheiro australiano Colin Burn criou o The Pearl Royale, com estrutura feita em platina, e decorada com 2 mil diamantes brancos, safiras azuis e uma seleção de raros diamantes de cor rosa. 

O vibrador funciona com dois motores que são acionados por uma chave ainda mais majestosa, literalmente, em formato de coroa. A pompa e a extravagância da criação são justificadas, segundo o próprio criador, por seu desejo de "criar algo que mostrasse o valor que as pessoas colocam no sexo". Ao remover a coroa, o dono ou a dona do objeto vai encontrar outra joia, um colar com pérolas originárias do mar do sul da China. O preço do prazer luxuoso? US$ 1,3 milhão. 

O interior do vibrador abriga um colar de pérolas originárias do mar do sul da China. Foto: divulgação