Foto: Reprodução / Vollebak

A marca britânica Vollebak surpreendeu ao anunciar nesta semana o lançamento de sua Full Metal Jacket, feita com mais de 11 quilômetros de cobre. Se você está curioso (a) para saber por que motivo uma peça precisa ser constituída por este elemento, a Vollebak explica: "a roupa é capaz de conduzir calor e energia enquanto mata bactérias e vírus". 

A jaqueta traz 65% de cobre, 23% de poliamida e 12% de poliuretano em sua composição. Assim, a marca consegue cumprir seu objetivo de entregar uma roupa macia, maleável, altamente impermeável, à prova de vento e respirável, além de ter bolsos e gola com forro de lã.

Full Metal Jacket (Foto: Reprodução / Vollebak)

A primeira das três camadas da jaqueta é feita com um fio de cobre lacado que é tecido em teares de pinça antes de ser lavado, aquecido, tingido e seco. A laca é completamente transparente e atua como proteção, portanto a cor de cada jaqueta é a cor do cobre tingido abaixo dela.

Full Metal Jacket (Foto: Reprodução / Vollebak)

A superfície da jaqueta parece que foi gerada por um computador, já que as centenas de milhares de peças de cobre em movimento entortam e ondulam como água.

A novidade será vendida por 995 euros e marca uma evolução na produção de roupas da Volleback, que já havia experimentado tecidos incomuns feitos de grafeno e camisetas criadas inteiramente a partir de plantas e algas.

Foto: Reprodução / Vollebak

 

Leia: Hotel aposta em tecnologia de biossegurança para deixar ambientes livres de contaminação