Foto: Pajaris

A contagem regressiva para o verão já começou, e o mercado da moda beachwear já está preparado para a estação que alavanca as vendas, principalmente no Brasil. As marcas também estão atentas para o consumo que vai além dos biquínis: são as saídas de praia, que agora faz parte da lista de consumo da moda praia, setor que ganhou maior abrangência de conceito e espaço comercial nos últimos anos.

A explicação vem, em boa parte, da Europa. O Brasil está seguindo a tendência das marcas de moda praia europeia que não se limitam apenas a criar roupas de banho, e apostam em acessórios. Agora, assim como biquínis e maiôs, os itens são uma exigência das brasileiras para usar nas areais e até fora delas.

A Pajaris é exemplo disso. A marca inclui batas, pareôs, chemises, kaftans e kimonos para usar a beira-mar, e reúne esforços para sempre lançar inovação, confirmando a onda de peças luxuosas e sofisticadas que devem invadir as praias na próxima estação.

Foto: Pajaris

A estilista Camila Panades, idealizadora da marca, conta que as saídas de praia já eram hit entre as europeias e explica que a Pajaris trouxe a fusão desse estilo mais sofisticado europeu com a sensualidade da moda praia brasileira. "Nossa família é de Barcelona e nas minhas idas à Europa sentia que faltava no Brasil marcas que trouxessem o lifestyle europeu para moda praia, para levar mais estilo a beira-mar", explica.

A estilista criou a marca em 2016, e hoje possui pontos de venda no bairro de Moema, em São Paulo, no Hotel Pestana Rio Atlântica, em Copacabana, no Rio de Janeiro. Sua entrada no mercado externo começou em 2019, com o lançamento da loja online nos Estados Unidos.

A expansão acompanha o bom desempenho do mercado global de moda praia, que atinge a cifra de US$ 12 bilhões por ano, aproximadamente. O Brasil lidera o ranking como o país que mais consome moda praia no mundo, movendo cerca de US$ 1,5 bilhão anualmente, segundo o Global Market Review of Swimwear and Beachwear.

De carona na tendência europeia

Foto: Pajaris

No passado, de tempos em tempos, os modelos brasileiros chamavam a atenção – e às vezes chocavam – pela originalidade e ousadia. Isso tem mudado, prova disso é a nova temporada promete abrir espaço para o minimalismo, seguindo a tendência que tem dominado as praias da Europa.

Se o ano de 2019 foi ano marcado por uma verdadeira febre de peças trazidas diretamente dos anos de 1980, com biquínis em neon, modelagens asa-delta e óculos de sol coloridões, o verão de 2020 deve ser mais neutro.

Uma das grandes apostas para essa temporada são as saídas de praia no estilo kimono. Em versões curtas e longas, a peça tem sido protagonista de diversos desfiles e coleções de marcas que investem em um beachwear fino e elegante.