Levh por Bruna Sussekind

Menos é mais. Mais conforto e menos impacto ambiental. Essa é a filosofia da Levh, focada em biquínis produzidos de forma sustentável, com qualidade e proteção UV. Criada em maio de 2018 pela estilista Melissa Granado e pelo engenheiro e surfista Raphael Almeida, a marca sintetiza o jeito leve dos fundadores e a busca deles por um estilo de vida minimalista, em que o supérfluo não tem vez.

A preocupação com o meio ambiente começa na escolha da matéria prima. Além de usar materiais biodegradáveis, a Levh é a primeira marca de moda praia brasileira a trabalhar com um tecido feito a partir do nylon regenerado de redes de pesca e de outros tipos de nylons descartados na natureza. Esse material foi desenvolvido pela empresa italiana Econyl. O conceito de reuso também está presente no design diferenciado dos biquínis. Como a maioria é dupla-face e cada peça é vendida separadamente, há diversas possibilidades de utilização.

Levh por Bruna Sussekind

As vendas da Levh para todo o Brasil são feitas por meio do e-commerce próprio e as entregas, no Rio de Janeiro, em Niterói e em São Paulo, realizadas em parceria com a Pedala Eco. A empresa utiliza a bicicleta como meio de transporte, por ser menos poluente e economicamente mais acessível. Já a produção da marca carioca é local, executada por uma mão-de-obra 90% feminina e baseada no comércio justo, que prega a transparência e o cuidado com as pessoas.

A responsabilidade social não termina aí. Um por cento do valor de cada peça vendida é doado às instituições SOS Amazônia e Eco Surf, por meio da plataforma Polen. A Levh também se preocupa com a questão da inclusão e disponibiliza uma grade mais ampla de tamanhos. Prova disso são os modelos da coleção Cura, cuja campanha foi fotografada com luz natural, de forma analógica, por Bruna Sussekind, e tem direção de arte de Isabela Valentini.