Bugatti Divo. Foto: divulgação

A Bugatti revelou oficialmente o Divo, a supermáquina da fabricante italiana que tem modelo baseado no Chiron. Foram produzidas apenas 40 unidades do automóvel e todas já estão vendidas. Cada um dos compradores desembolsou 5 milhões de euros para levar seu exemplar para a casa. 

Segundo a empresa, a ideia foi criar um carro com performance nas curvas superior à do Chiron. Por conta disso, ainda que ambos possuam o mesmo motor 8.0 W16 de 1.500 cv, o Divo atinge a velocidade máxima de 380 km/h, contra incríveis 420 km/h do Chiron.

Ainda na comparação, a fabricante anunciou que o novo esportivo traz uma carroceria mais aerodinâmica que o Chiron, capaz de gerar até 90 kg a mais de sustentação negativa e suportar aceleração lateral de até 1,6g. O tempo da tomada de zero a 100 km/h, que é feita em 2,5 segundos por seu "irmão", não foi revelado, mas a Bugatti garantiu que o hipercarro foi capaz de completar o circuito de Nardò, na Itália, oito segundos à frente. 

Além do motor, o Divo traz outros detalhes técnicos de grande destaque, como o sistema de refrigeração dos freios auxiliado pelo vácuo gerado pela cortina de ar nos pneus e o aerofólio traseiro ajustável que funciona como um freio aerodinâmico. Para deixar o Divo 35 kg mais leve que o modelo que o inspirou, a Bugatti apostou em rodas mais leves, retirou porta-objetos, instalou um sistema de som mais leve e eliminou parte do isolamento da cabine.

Bugatti Divo. Foto: divulgação

Bugatti Divo. Foto: divulgação