Juliana Grillo e Eduardo Faleiro - Diretores Casacor Minas

Reconhecida como a mais completa mostra de arquitetura e decoração das Américas, a Casacor já iniciou os preparativos para todas as edições ao longo de 2020. O evento reúne anualmente prestigiados arquitetos, designers de interiores e paisagistas. E o tema escolhido para balizar todas as edições de 2020 é: A Casa Original.

A inspiração para a temática veio a partir da reflexão sobre o mundo tecnológico e contemporâneo. Com o avanço da modernidade, a necessidade de estar sempre conectado, em movimento e em constante mudança, veio também a sensação de instabilidade. Seja pelo ímpeto de acompanhar os passos dessa rápida evolução ou pelo sentimento que brota das consequências que ela causa. O fato é que a Casacor vem tratando nos últimos anos sobre uma espécie de conexão direta da casa com os nossos valores e a nossa identidade. Nesse sentido, o tema proposto para esta edição pode ser considerado como uma evolução dos temas adotados nos últimos anos, que foram: “Foco no Essencial”(2017), “A Casa Viva”(2018) e “Planeta Casa”(2019).

Palácio das Mangabeiras (Foto: Barbara Dutra)

E em Minas Gerais não será diferente. Em 2020, a Casacor Minas chega a sua 26ª edição, consolidada como a maior e mais importante mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo do estado. A próxima edição está marcada para ocorrer entre os dias 18 de agosto e 20 de setembro, no Palácio das Mangabeiras. A Casacor Minas foi inclusive responsável por abrir, pela primeira vez, a residência oficial dos governadores para visitação, tornando-o uma verdadeira atração turística durante todo o período da mostra, que totalizou 50 dias. A realização da mostra neste imóvel permitiu que a população tivesse acesso ao seu interior, além de garantir a realização de uma série de benfeitorias na edificação e no entorno, incluindo a instalação de um elevador para facilitar o acesso de pessoas com dificuldades de locomoção, a recuperação de pisos, banheiros, fachadas e o restauro dos Jardins assinados por Burle Marx, projeto executado pela paisagista Nãna Guimarães. O local recebeu e continuará recebendo uma série de benfeitorias e obras de recuperação de sua estrutura como contrapartida por sua utilização, permitindo que ele seja inteiramente recuperado e esteja em perfeitas condições de uso após o período de realização da mostra.

 “É uma honra e uma grande satisfação ocuparmos novamente o Palácio das Mangabeiras para a 26ª edição da Casacor Minas. As maiores empresas do setor aguardam esta oportunidade para apresentar seus lançamentos ao público. Estamos cientes do constante desafio que é organizar uma mostra ainda mais surpreendente e inovadora a cada ano”, destaca a diretora Juliana Grillo.  

Leia: Arquitetas listam seis erros que fazem o apê parecer menor do que é