Cadeira Cosm chega com visual futurista e proposta de conforto 'gravidade zero'. Foto: divulgação

Conforto semelhante à experiência de gravidade zero é o que promete a norte-americana Herman Miller com sua recém-lançada linha de cadeiras de escritório batizada de Cosm Chair, que ganhou visual futurista pelas mãos dos designers do Studio 7.5, de Berlim. A fabricante aposta na novidade estilo sci-fi como forma de repetir o estrondoso sucesso que obteve ao apresentar, há 25 anos, a Aeron Chair, projetada em 1992 por Don Chadwick e Bill Stumpf. 

Segundo a marca, para a sua produção, a equipe de criação levou em conta as novas formas de ocupação do ambiente de trabalho, onde o uso das cadeiras agora é feito de forma compartilhada. Foram necessários oito anos de pesquisa para o desenvolvimento do sistema ergonômico de inclinação, o Auto-Harmonic, que propõe adaptar e ajustar automaticamente o assento e encosto da cadeira à altura, peso e postura do usuário, sem o uso de alavancas e mecanismos para encontrar a melhor posição para o corpo. 

Cadeira na versão Vermelho 'Canyon'. Foto: divulgação

Outro destaque é a suspensão elastomérica, chamada de Intercept, que promete dar suporte contínuo do encosto ao assento, permitindo a passagem do ar e consequentemente colaborando para o equilíbrio da temperatura corporal.

A linha Cosm acaba de desembarcar com exclusividade no Rio nas lojas da Novo Ambiente. Com valores a partir de R$ 5.790, as cadeiras estão à venda em três opções de altura, com espaldar alto, médio ou baixo, na versão banqueta alta e em seis diferentes cores: vermelho “Canyon”, azul claro “Glacier”, azul escuro “Nightfall”, branco “Studio White”, cinza “Carbon” e preto “Graphite”.