Foto: Reprodução/Sala Cecília Meireles

Aos poucos, a cultura está se adaptando ao "novo normal". A Sala Cecília Meireles, espaço da FUNARJ, sob o patrocínio da Petrobras, é mais um espaço que vai retomar suas atividades a partir de agosto, ainda sem público. A série Sala Digital vai trazer concertos semanais transmitidos ao vivo em streaming, direto do palco, através de canais no YouTube.

Ao longo de toda a programação, doações serão arrecadadas para o Sindicato de Artistas e Técnicos em Espetáculos do Rio de Janeiro SATED-RJ, que auxilia profissionais de teatro e música duramente atingidos pela interrupção de concertos, óperas e peças de teatros por causa da pandemia de Covid-19.

A série Sala Digital começa com “Blim, Blem, Blom”, realizado em parceria com a rádio MEC FM, que será transmitido no dia 1º de agosto, às 12h, dentro da série Concertos Petrobras para Todas as Famílias. Sob o comando de Tim Rescala, o espetáculo vai ter a participação do contrabaixista Sandrino Santoro, seus filhos gêmeos violoncelistas Paulo e Ricardo e a novíssima geração que começa dar seus primeiros passos na música.

Nos sábados seguintes, dias 8 e 15, às 19h, a Sala Digital traz conjuntos de câmara formados por músicos da Orquestra Petrobras Sinfônica.

O Trio Aquarius, formado pelo violinista Ricardo Amado, violoncelista Ricardo Santoro e pianista Flavio Augusto, faz apresentação no dia 22 de agosto, às 19h. 

A Sala Cecília Meireles segue o Protocolo de Segurança Sanitária da FUNARJ e o palco foi preparado para que os músicos se apresentem com segurança.

As transmissões serão gratuitas e os concertos vão estar disponíveis no canal de YouTube da Sala Cecília Meireles e de FUNARJ. Acesse a página através deste link e aproveite para salvar o endereço na lista de favoritos do seu navegador.

Blim, Blem, Blom