Tulum Sunset Chillout leva um pedaço da Riviera caribenha ao coração do Rio

Quinta-feira 22 Agosto 2019 / Comportamento

Foto: Divulgação

Paraiso rústico do Caribe, Tulum é atualmente o destino mais cult procurado por ricos e descolados de todo o mundo. A famosa região da Riviera Maya se tornou conhecida devido às ruínas no alto do penhasco a beira mar, além de praias belíssimas cercadas de muita história e cultura. Esse é o clima de Tulum que a Party Group e a Agência Lorde trazem para o Rio de Janeiro em forma de pop-up club. O Tulum Sunset Chillout ficará localizado à beira do espelho d’água da Lagoa Rodrigo de Freitas no Lagoon,  inspirado nas belezas, encantos e segredos da cidadela mais badalada da Riviera Maya.

Já conceituada na noite carioca, a Party Group é especialista em oferecer verdadeiras experiências para o publico e desta vez, não seria diferente. O Tulum Sunset Chillout pretende surpreender em todos os sentidos, reunindo música, gastronomia, mixologia e artes visuais, tudo isso sob o céu colorido do inverno carioca. “A ideia foi reproduzir um pedacinho de Tulum aqui na Lagoa, por isso fizemos um trabalho de pesquisa detalhando para a equipe de cenografia sobre a mitologia, os sítios arqueológicos e todos os detalhes para montarmos uma réplica exata do clima de Tulum. Nossa Deusa Maya recebe o publico, quase como um portal que te teletransporta para uma outra cultura. Um ambiente roots, com muito toque de sofisticação e conforto” explica Gralton Beiral, idealizador do projeto. Outro nome de peso que agrega esta mega produção é Felipe Ramalho, criador de labels importantes como Esbórnia, The Chef Heat e o Réveillon de São Miguel do Gostoso. "Queremos mais que lembranças, queremos que o publico sinta e se identifique com essa experiência” conta o sócio-diretor da Agência Lorde.

Foto: Divulgação

O Pop up conta ainda com restaurante exclusivo trazendo um menu assinado pelo criativo e moderno chef Christiano Ramalho, que traz uma bagagem de peso por comandar cozinhas como 66 Bistrô, CT Trattorie, Maison Troisgros e Lorenzo Bistrô. O La Playa conta com um cardápio democrático e vanguardista, incluindo opções veganas, entradinhas, sanduíches, pratos principais e sobremesas. “Queremos surpreender nosso publico” conta Beiral.

A mixologia da casa apresenta a proposta de trazer novidades e recriar clássicos com combinações exclusivas, rótulos especiais e coquetelaria conceitual. A carta de drinks foi criada com consultoria da dupla Renato Tavares e Vando Cardoso. Tavares é um verdadeiro alquimista. Terceiro melhor bartender do país de acordo com o World Class Competition, maior campeonato de coquetelaria do mundo, primeiro colocado na Competição Dia de Los Muertos da Tequila Patróne,  Renato é mestre na preparação de bebidas especiais e dono de uma capacidade incrível de criar coquetéis exclusivos, como a premiada coleção “Drinks do Brasil” e a carta do renomado Bar dos Descasados, no Hotel Santa Teresa. Já Cardoso é um amante da coquetelaria. Com mais de 10 anos de experiência dedicados aos balcões, coquetéis e clientes Vando participou de gandes campeonatos da coquetelaria, como o World Class competition e o Vive La Revolution, e já foi responsável por entregar felicidade no estado líquido em restaurantes incríveis como Bar D’Hotel, Club House, Pobre Juan, Astor e Antiquarius.

A programação do Tulum Sunset Chillout tem inicio neste sábado (24), funcionando todos os sábados, das 16h às 5h, e abrindo algumas sextas também, para festas conceituadas, até o dia 30 de Novembro. 

Por: REDAÇÃO DELOOX

Forbes revela lista de atores mais bem pagos do mundo

Quarta-feira 21 Agosto 2019 / Comportamento

Atores de Vingadores marcam presença em ranking da Forbes

A revista Forbes acaba de divulgar uma lista com os cinco atores mais bem pagos do mundo. Quem comanda o topo do ranking faturou US$89,4 milhões entre 1º de junho de 2018 e 1º de junho de 2019.

Quer saber quais são os poderosos do cinema mundial? Faça suas apostas e veja a lista!

5 - Jackie Chan - US$ 58 milhões

Foto: Noel Vasquez / Getty Images

Chan estrelou o filme chinês "O Cavaleiro das Sombras: Entre Yin e Yang" este ano, bem como "Viagem à China: o mistério da máscara de ferro", que está atualmente nos cinemas na China.

4. Akshay Kumar - US$ 65 milhões

Foto: India TV News

Ator de Bollywood, Kumar participou da produção "Mission Mangal". O longa se tornou um marco na bilheteria indiana com um faturamento em torno de US$ 14 milhões. O ótimo desempenho do filme garantiu ao ator uma boa colocação no ranking.

3. Robert Downey Jr - US$ 66 milhões 

Foto: Divulgação

Downey desfrutou de bons cachês através do Homem de Ferro, seu personagem no universo cinematográfico da Marvel. Ele ganhou US$ 20 milhões antecipadamente por "Vingadores: Ultimato" e receberá outros 8% da arrecadação de bilheteria, algo em torno de US$ 55 milhões.

2. Chris Hemsworth - US $ 76,4 milhões

Foto: Divulgação

Mais um ator da Marvel aparece no top 3 de atores mais bem pagos do mundo. A maioria dos ganhos de Hemsworth no ano passado vieram de seu papel como Thor em "Vingadores: Guerra Infinita" e "Ultimato". Porém, ele também atuou este ano no filme "Men in Black: International", o que certamente fez o seu faturamento crescer.

1. Dwayne Johnson - US $89,4 milhões

Foto: Divulgação

Dwayne Johnson encabeça a lista dos atores mais bem pagos. Ele ganha 15% das bilheterias dos filmes de franquia que protagoniza e recebeu US$ 23,5 milhões adiantados para o lançamento "Jumanji: O próximo nível". O artista também ganha US$ 700 mil por episódio de "Ballers", série da HBO.

Por: REDAÇÃO DELOOX

Casa Warner realiza exposição imersiva de Friends

Quarta-feira 21 Agosto 2019 / Comportamento

Foto: Canyon News

Os fãs de Friends vão ter a oportunidade de conhecer o famoso sofá do Central Perk Coffee, sem sair do Brasil. A Casa Warner de São Paulo acaba de colocar à venda os ingressos para uma exposição imersiva do seriado, em seu site oficial.

A mostra de dois andares vai apresentar os ambientes e objetos do programa, inclusive o apartamento de Mônica Geller. Quem tiver mais tempo livre também poderá participar de maratona das 10 temporadas da série.

A exposição vai funcionar entre os dias 18 de setembro e 6 de outubro.

Foto: NBC / Getty Images

Por: REDAÇÃO DELOOX

Museu de Arte do Rio reabre Biblioteca e Centro de Documentação

Terça-feira 20 Agosto 2019 / Comportamento

Mulambö, Série Armas, 2019

Após uma pausa de quatro meses para ser reformada, a Biblioteca e Centro de Documentação do Museu de Arte do Rio, sob a gestão do Instituto Odeon, reabre ao público neste sábado (24). Esta reforma permitiu o aprofundamento da dimensão pública da Biblioteca e redesenhou a vocação deste espaço, que agora assume uma função multiuso - leitura, pesquisa, exposição e mediação cultural. Todas essas ações fazem parte de um projeto maior de reposicionamento do MAR, que está sendo realizado com apoio financeiro do BNDES, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, e compreende ações nos diversos níveis de atuação do museu.

“A reinauguração da Biblioteca é um dos pontos altos do projeto de fortalecimento do MAR, pois sabemos da necessidade de termos uma malha cultural competente, robusta e que possa atender aos vários segmentos da sociedade. Foi muito importante que o BNDES acolhesse nossa proposta, entendendo a cultura como um componente de política pública, seja na democratização, na formação, na sensibilização e no pleno exercício da cidadania cultural. Por meio desta parceria, entregamos ao público um espaço para usufruto de todos, que além de ser um ambiente para estudo, trabalho e consulta bibliográfica seja também um espaço expositivo para que novos artistas possam se expressar nas mais variadas linguagens”, explica Eleonora Santa Rosa, diretora executiva do museu.

Biblioteca MAR

Detentor do maior acervo de livros de artista do país, a Biblioteca retoma suas atividades com um novo ambiente expositivo chamado Espaço Orelha, que será inaugurado com a abertura da exposição “Mulambö - Tudo Nosso”, primeira mostra individual do artista Mulambö. O evento gratuito contará ainda com uma feira de publicações independentes e artes gráficas, lançamento de livro, oficina de origami para crianças, oficina de livros de artista e encadernação artística para adultos e adolescentes, sarau e DJ.

As obras na Biblioteca e Centro de Documentação do MAR aumentaram em 100% a capacidade de armazenamento do acervo - integrado por cerca de 25 mil itens -, além oferecer mais assentos aos usuários, espaços mais cômodos de leitura, local para reunião de grupos de estudo e espaço expositivo, entre outras novidades. Tem início também com a reabertura da Biblioteca um projeto patrocinado pelo BNDES que envolve a migração do acervo Bibliográfico e Arquivístico para um sistema mais atualizado de consulta e catalogação, processo que dará origem à política curatorial de aquisição e descarte da Biblioteca, a ser realizada por um grupo de trabalho composto por profissionais do MAR e convidados.

Por: REDAÇÃO DELOOX

Marilice Corona expõe no Museu Nacional de Belas Artes

Segunda-feira 19 Agosto 2019 / Comportamento

Os retratos - Marilice Corona

"Um quadro pode conter muito mais assuntos do que sugere à primeira vista". Com esta provocação, a artista gaúcha Marilice Corona convida o visitante para a sua mostra “Entre o acervo e o estúdio”, que será inaugurada no dia 31 de agosto, sábado, às 14h, no Museu Nacional de Belas Artes/Ibram.

Marilice explica que a seleção das 32 obras que integram sua mostra “Entre o acervo e o estúdio” foi determinada pelo estudo dos gêneros, o caráter autorreferencial da maior parte das imagens, a qualidade pictórica que apresentam, a potência da imagem para gerar novas relações e também por aspectos afetivos, pessoais. A artista criou instalações que reúnem pinturas de sua autoria, dialogando com obras do acervo do Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli e do Museu Nacional de Belas Artes.

Algumas pinturas tornaram-se especialmente significativas para estarem presentes nessa mostra: um dos pioneiros da restauração no país, Edson Motta, por exemplo, foi professor de teoria, técnica e conservação da pintura na UFRJ, entre os anos de 1945 e 1980, e autor de livros essenciais para a formação da artista, como a publicação “Iniciação a Pintura”, de 1976. Na exposição, Motta integra a instalação “A história e a arte”, que se conecta com a própria história pessoal da artista e com a história da arte. 

Já “Iniciação”, também integrando a exposição “Entre o acervo e o estúdio”, traduz uma série de comentários sobre a formação do artista, suas referências, seus documentos de trabalho, desejos, impasses e heranças. 

As Damas - Marilice Corona

Abordando a questão da representação do atelier, Marilice Corona afirma que “com a presença do pintor ou não, trata-se, por sua vez, de uma alegoria do próprio processo de criação, da gênese do trabalho do artista. Espaço privado do trabalho manual e da elaboração mental. O espectador, como um voyeur, aproxima-se e espia, adentra a imagem e a intimidade do pintor, tomando contato com toda sorte de objetos, imagens e instrumentos que povoam o estúdio. O cenário de produção oferece pistas sobre o contexto no qual o pintor está inserido. Tudo está nos detalhes. Atelier como estúdio, studiolo. O espaço do estudo, do conhecimento e também da produção e revelação das imagens”.                                                                                    

Com carreira iniciada na década de 1990, Marilice já integrou mostras coletivas em vários estados do Brasil, tendo participado do Projéteis Funarte (RJ). Desde 2005 a artista realiza projetos de exposição que têm como tema o próprio espaço onde as obras serão apresentadas.

Destacam-se as mostras individuais Espaços de exposição no Palácio das Artes - BH/MG, 2006; Méthodes et mesures, Sala Lúcio Costa, Maison du Brèsil, Paris, 2008; Espaço de jogo, Fundação D. Luis, Cascais/Portugal, 2014; Autoscopias, Galeria Bolsa de Arte de Porto Alegre, 2015 e o Projeto Entre o acervo e o estúdio realizado no MARGS, em 2017, e que lhe proporcionou 11º Premio Açorianos de Artes Visuais. 

Além de artista visual, Marilice Corona é professora de pintura do Departamento de Artes Visuais e do PPG-AV do Instituto de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Por: REDAÇÃO DELOOX