Análise cromática da pele e dos fios naturais garante o sucesso de nova técnica para loiras de Fil Freitas. Foto: divulgação

Em busca do "loiro perfeito", o hairstylist Fil Freitas, querido de uma turma que inclui Mariana Ximenes e Preta Gil, desenvolveu uma nova técnica com pinta de hit da próxima estação quente, batizada de Loiro Sueco. O processo, segundo ele, leva cerca de 7 horas: é feita uma adequação dos fios a quatro mãos para, então, serem aplicadas as luzes, utilizando tanto papel quanto free hand, assinatura do seu trabalho.

No comando do Fil Haïr & Expérience, em Ipanema, o hairstylist acredita que o sucesso do resultado está na análise cromática da pele e dos fios naturais, permitindo que seja feito o diagnóstico exato da cor da coloração que deverá ser utilizada. Ainda que desejo absoluto, o Loiro Sueco não funciona para todos os perfis, ele alerta: "Esse tom combina com peles mais branquinhas e rosadas, que pedem um loiro mais claro. O loiro sueco é um pedido antigo de clientes, mas agora consegui atingir uma coloração que preserva o look mais natural e o contraste, características que eu tanto valorizo".   

As morenas que quiserem fazer uma mudança mais radical também podem apostar na técnica. 

"O importante é aliar o tom dos fios com o da pele. Então, sim, super pode funcionar para morenas se estiver de acordo com análise cromática, que elaboramos aqui no salão mesmo. O importante para as morenas é manter a raiz um pouco mais escura, garantindo o contraste", explica o hairstylist.

A manutenção da cor deve ser feita no salão de 2 a 3 vezes no ano. Para conservar o cabelo saudável, alguns cuidados podem ser tomados em casa mesmo.   

"O ideal é intercalar uma máscara que dê força ao cabelo com outra de hidratação", orienta ele.