Rubaiyat Rio lança carta de cervejas

Terça-feira 12 Dezembro 2017 / Bebidas

William Barão, mixologista do Rubaiyat, conta que os clientes sentiam falta da carta de cervejas. Foto: reprodução

Para complementar o sucesso dos novos coquetéis da temporada, o Rubaiyat Rio resolveu apostar na cerveja e lança sua primeira carta, com a curadoria do mixologista da casa, William Barão. Na seleção, estão 8 rótulos de cervejas artesanais e 2 industriais, de marcas como Hocus Pocus, Blondine e Dom Haus. 

“Com a chegada dos novos drinques que preparei para o restaurante, a demanda do bar começou a aumentar cada vez mais e os clientes sentiam falta de uma carta de cervejas. Daí veio a nossa vontade de fazer a primeira carta de cervejas da história do Rubaiyat”, comemora Barão.

Quem quiser experimentar a carta e os drinks novos de Barão, como o Ruba Sour (gim, xarope de baunilha, maracujá e cítricos), pode aproveitar agora também o happy hour, outra novidade da casa. 

A primeira carta de cervejas da casa tem 18 rótulos artesanais e dois industriais. Foto: Guilherme Camaratta

Por: REDAÇÃO DELOOX

Champagne 'da década' desembarca em edição limitada no país

Quarta-feira 22 Novembro 2017 / Bebidas

Os entusiastas de grandes champagnes já podem comprar no Brasil o Cuvée de Prestige Piper-Heidsieck Rare Millésime 2002 Brut, eleito o champagne da década pela respeitada revista Fine Champagne Magazine. O valor da garrafa (750 ml) custa R$ 1,8 mil e só 300 chegaram por aqui pela importadora Bev Group (Tel.: 11 3121-4207). 

A bebida é produzida apenas em anos de safra excepecional e em quantidade limitada: até hoje somente oito anos renderam uvas com as propriedades consideradas "extraordinárias" pela maison: 1976, 1979, 1985,1988, 1990, 1998, 1990 e 2002. Elaborado com uvas Chardonnay (70%) e Pinot Noir (30%), o campagne é resultado do blend de 17 crus e de pelo menos sete anos de envelhecimento nas caves da Piper, conhecida também por ser o champagne exclusivo do Oscar.   

Cuvée de Prestige Piper-Heidsieck Rare Millésime 2002 Brut; garrafa chega ao Brasil por R$ 1,8 mil

Por: REDAÇÃO DELOOX

Moët & Chandon 'veste' garrafa com inspiração no streetwear

Sexta-feira 13 Outubro 2017 / Bebidas

A Moët & Chandon convidou a marca cool nova-iorquina Public School, dos celebrados designers Dao-Yi Chow e Maxwell Osborne, para repaginar a garrafa do Moët Nectar Impérial Rosé. A dupla, conhecida na moda por combinar o mood urbano com tecidos nobres, criou o design da garrafa da maison francesa com base numa paleta em que predominam o branco e o preto, na mesma linha de sua marca, com complemento de cor mais suave para harmonizar com o rosé da bebida. Uma das referências dos designers foi a clássica jaqueta da couro escuro da marca. As garrafas custam de US$ 60 a US$ 1000.   

As novas garrafas da Möet Nectar Imperial Rosé estão disponíveis em três tamanhos, com valores de US$ 60 a US$ 1000

Por: REDAÇÃO DELOOX

Azur aposta em drinks para dividir à beira da praia

Terça-feira 22 Agosto 2017 / Bebidas

Pedro de Artagão convocou Julieta Carrizzo, especialista em bebidas do Grupo Irajá, para desenvolver drinks em jarra para o Azur, que o premiado chef mantém na orla do Leblon, no Rio de Janeiro. Os carros-chefe são o Caricot, mix de vinho branco, uva verde, maçã verde, carambola, soda limonada, o Tropical Rosé, com espumante rosé, uva verde, chá de hibisco e água de coco, e o RosAzur, que leva vinho rosé, uva rubi, morango, tangerina e soda limonada.

Caricot, destaque entre os drinks de jarra do Azur: mix de vinho branco, uva verde, carambola e soda limonada. Foto: divulgação

Por: REDAÇÃO DELOOX

Fabricantes de bebidas criam 'joias' que podem custar até US$ 3,5 milhões

Segunda-feira 14 Agosto 2017 / Bebidas

O champanhe é cercado por séculos de histórias glamurosas, sempre regou as festas mais sofisticadas dos filmes e dos bem-nascidos na vida real, mas atualmente não é exatamente a bebida mais luxuosa do mercado. As fabricantes de outros tipos de bebidas se empenharam em tornar seus produtos cada vez mais atraentes e, hoje, conseguem levar às prateleiras preciosidades, tanto no que diz respeito ao processo de fabricação quanto ao envase. Há garrafas que chegam a custar até US$ 3,5 milhões! Conheça as cinco mais caras à venda! 

Armand De Brignac Midas – US$ 16,2 mil 

Armand De Brignan Midas

Comprada por Jay-Z em 2014, a Armand de Brignac passou a ser a queridinha do mundo do rap, substituindo a Cristal nos videoclipes. Atletas também foram seduzidos pela marca, como o velocista jamaicano Usain Bolt.

Macallan Decanter “M” - US$ 628,2 mil

Macallan Decanter 'M'

A marca escocesa Macallan conseguiu superar a Dalmore e seu Trinitas 64 produzindo a garrafa de uísque mais cara do mundo. O Macallan Decanter “M”, com 6 litros, foi vendido por US$ 628, 205 mil num leilão em 2014.

Diva Vodka – US$ 1 milhão

Diva Vodka Premium

Dizem que seu processo de destilação tripla justifica o preço elevado. A Diva Vodka passa por um processo de filtragem em gelo, carvão vegetal de madeira nórdica, e finalmente, é submetido a uma filtragem em areia fina de diamantes e pedras preciosas. O envasamento é realizado de forma artesanal e o preço pode chegar a US$ 1 milhão por conta da customização da garrafa, que pode levar pedras semi-precisosas, preciosas e até diamantes.  

Henri IV Dudognon Heritage Cognac Grande Champagne – US$2 milhões

Henri IV Dudognon Heritage Cognac Grande Champagne

Uma das razões para bater os US$ 2 milhões é o processo de envelhecimento de um século. Mas não é só isso. A garrafa é uma joia em si: é banhada em ouro de 24 quilates e platina esterlina, além de levar 6,5 mil diamantes.  

Tequila Ley .925 – US$3,5 milhões

A tequila é feita com a seiva pura do agave-azul e fermentada por seis anos. Ela é envasada num recipiente que mistura ouro branco e platina, é cravejado de diamantes seu formato lembra uma concha. Uma edição da tequila foi vendida pelo triplo do preço em 2006, estabelecendo um recorde. 

Por: REDAÇÃO DELOOX