Casarão 1903 lança carta de drinques e apresenta novos petiscos

Quarta-feira 24 Julho 2019 / Bebidas

Casarão 1903 - Drink Welcome to the Jungle (Foto: Vitor Faria)

Localizada em Botafogo, o Casarão 1903 já é conhecido pelas suas cervejas artesanais e hambúrgueres. Para trazer novidades para os clientes e incluir mais opções no cardápio, a casa lança novos petiscos feitos pela chef Vivi Cabral e uma carta de drinques assinada pela mixologista Fran Sanci.  

Para comer, as novas opções são o Highway Star - Crispy de queijo gouda McCain (porção com 300 g – R$ 25,90) , o You Really Got Me - Mix de cogumelos frescos ao tempero de saquê e azeite de trufa (Porção com 150 g – R$ 25,90), o Somebody to Love - Harumakis de legumes branqueados no shoyu, servidos com molho agridoce (Porção com 4 unidades – R$ 27,90) e o Go Your Own Way - Milanesa crocante - 200 g de alcatra empanada em farinha crocante, servido com molho chimichurri e farofa de pão (R$ 28,90).

Já na ala das bebidas, destaque para o Comfortably Numb (Vodka Wyborowa, monin de violeta, hibisco em pó e sour mix – R$ 24,00), o Bete Balanço (Cachaça Sagatiba, monin de melão, suco de limão siciliano, suco de limão taiti e grenadine - R$ 24,00), o Welcome to the Jungle (Gin Mutatis, maracujá, sour mix, água tônica e espuma de gengibre – R$ 28,00), o Tangerine (Gin Mutatis, gomos de tangerina, alecrim, pimenta rosa e água tônica – R$ 28,00) e o The Last Fight (Gin Mutatis, xarope de cranberry, limão siciliano e água tônica – R$ 28,00).

Casarão 1903 - Comfortably Numb (Foto: Vitor Faria)

Por: REDAÇÃO DELOOX

Evento inédito no Rio de Janeiro reúne a vanguarda do vinho chileno

Quinta-feira 18 Julho 2019 / Bebidas

Novo Chile Wine Week (Foto: Divulgação)

Responsáveis por uma verdadeira revolução no mundo dos vinhos, produtores do movimento denominado Novo Chile desembarcam entre os dias 13 e 17 de agosto no Rio de Janeiro e participam da primeira edição do Novo Chile Wine Week, evento que reunirá representantes de sete vinícolas, classificadas entre as melhores do país latino-americano.

Na programação, o Premium Tasting, degustação livre de todos os vinhos participantes servidos por seus próprios enólogos, Degustação Dirigida na ABS-Rio, Master Class no encontro anual do Fórum Enológico mais antigo do Brasil, o VAM, e jantares em diferentes restaurantes da cidade, onde vão ser apresentados rótulos exclusivos, ainda não comercializados no Brasil.

O Chile é reconhecido como berço de vinhos de qualidade e acessíveis, e tem no Brasil um de seus maiores importadores. Nos últimos anos, surge um grupo de produtores que vem dando o que falar, e representa o que alguns especialistas já consideram a vanguarda do vinho latino-americano. O grupo é formado por pequenas vinícolas dedicadas a trabalhar a partir de novos métodos e estilos de vinificação. Além da alta qualidade, elas trabalham em busca de identidade. Para isso, investem em modelos de produção mais livre e sustentável, exploram áreas e terroirs selvagens (latitudes e sistemas de plantação extremos) ou mesmo produzem a partir de videiras centenárias que constituem um patrimônio vitivinícola até então desprezado. Como resultado, rótulos exclusivos, em quantidades limitadas, com DNA próprio que refletem o clima, a geografia, o solo e a interação de cada um desses produtores com os recursos naturais de suas regiões.

“O brasileiro já é um grande consumidor do vinho chileno e neste evento queremos apresentar uma outra cara da vitivinicultura do País. Somos pequenos produtores, dedicados a produzir de maneira sustentável e estamos convencidos de que a qualidade dos nossos vinhos vai surpreender. Decidimos realizar a primeira edição da Novo Chile Wine Week no Rio de Janeiro porque os cariocas merecem um lugar de maior relevância no âmbito nacional e temos certeza de que irão abraçar esse projeto”, comenta David Giacomini, curador do evento e único brasileiro entre os produtores participantes.

Para compra de ingressos e detalhes sobre a programação, basta acessar o site www.wineweek.com.br. 

Novo Chile Wine Week (Foto: Divulgação)

Por: REDAÇÃO DELOOX

Sétima edição carioca do Mondial de la Bière chega ao Píer Mauá

Quinta-feira 11 Julho 2019 / Bebidas

Mondial de La Bière (Foto: Divulgação)

Entre 4 e 8 de setembro os armazéns 2, 3 e 4 do Píer Mauá, na zona portuária do Rio de Janeiro, recebem a 7ª edição carioca do Mondial de la Bière. Serão 17 mil metros quadrados tomados por cervejarias de diversos estados do Brasil e de outros países, que apresentarão rótulos já consagrados e lançamentos em primeira mão. O festival, criado há 25 anos no Canadá, tornou-se referência em todo o mundo quando o assunto são as cervejas artesanais. No Brasil, o Mondial de la Bière é um dos principais eventos responsáveis pela disseminação da cultura cervejeira. O país é o único a contar com duas edições do festival – São Paulo entrou na rota em 2018.

Luana Cloper, diretora do Mondial de la Bière, atribui o aquecimento atual do mercado das artesanais ao trabalho iniciado há seis anos. “A cada edição conseguimos captar mais cervejarias e cervejeiros. Em 2013, 40 expositores viram um potencial e 15 mil visitantes compraram a ideia. Seis anos depois, 45 mil entusiastas e 160 cervejarias participavam do evento, ‘fermentando' o cenário no Rio de Janeiro e no Brasil. Cada um ajudando a construir a história do Mondial e dessa (re)evolução cervejeira”, comemora.

“Como resultado desses seis anos no Brasil, nesta edição, lançamos o Mondial Club, um clube destinado aos amantes do Mondial de la Bière. Esta iniciativa busca unir e fidelizar nossos parceiros e visitantes ao longo de todo o ano. Em breve divulgaremos o modo de adesão e o calendário com diversos benefícios para os participantes”, completa Luana.

Os ingressos podem ser encontrados no site do evento e em 10 bares espalhados pela cidade. Quem optar pela compra online poderá pagar com cartão de crédito, enquanto quem for a um dos estabelecimentos selecionados, não paga taxa, e o pagamento pode ser feito também com débito, além de cada um ter atrelado uma promoção à compra do ingresso do festival. Desde 2017, há a modalidade cervejeiro solidário – o público paga um valor promocional, e no dia do evento deve levar 1 kg de alimento não perecível e entregar na entrada. Mais de 100 toneladas de alimentos já foram arrecadadas pela organização, que as distribui para instituições necessitadas.

Mondial de La Bière (Foto: Divulgação)

O copo de vidro com duas marcações, de 100 ml e 200 ml, volta fortalecendo o conceito de degustação do Mondial de la Bière. A utilização do cartão de consumo seguirá o mesmo modelo de 2018 com o comprovante de compra tanto para expositores como visitantes. Ao adquirir o cartão, basta recarregar com o valor desejado nos pontos fixos ou móveis e começar a descobrir as novidades. Serão aceitos dinheiro, cartão de débito e crédito.

Os expositores podem inscrever seus rótulos através do site no MBeer Contest Brazil, uma competição com avaliação baseada nas qualidades intrínsecas da cerveja. Sem categorias pré-definidas por estilo, os juízes – que farão as degustações às cegas, sem qualquer informação sobre o produto, identificarão o estilo da cerveja e a avaliarão de acordo com o estilo identificado. Um júri composto por profissionais nacionais e internacionais selecionará os melhores nas categorias ouro e platina e a premiação acontecerá no primeiro dia de Mondial de la Bière (4/9 às 22h). Os visitantes também poderão votar nas cervejas que mais gostaram do festival no MBeer Contest Público.

A produção de cerveja artesanal cresce anualmente entre 30% e 40% no Brasil, terceiro maior produtor de cerveja do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos e China. O Mondial de la Bière se apresenta como uma vitrine de lançamento de cervejas artesanais. O festival é um espaço para degustação e difusão da cultura cervejeira e um dos mais importantes players desse mercado em todo o mundo.

O Mondial de la Bière apoia a Lei Seca e adverte os visitantes que utilizem transporte público.

Por: REDAÇÃO DELOOX

Vinho em lata chega ao Brasil

Quarta-feira 03 Abril 2019 / Bebidas

Vivant Wines inova e lança três rótulos de vinho em lata no Brasil. Foto: Divulgação

A Vivant Wines trocou a garrafa de vidro pela embalagem de alumínio e colocou no mercado o primeiro vinho em lata do Brasil. Segundo a empresa, a ideia foi criar uma alternativa ao tradicional ritual que cerca a bebida, tornando o consumo mais despojado e prático, seja em festas, na piscina, na praia ou mesmo informalmente em casa. 

A marca traz os rótulos tinto (Cabernet/ Merlot), branco (Chardonnay) e rosé (Syrah/ Pinot noir), que já podem ser encontrados em mais de 50 pontos de venda no Rio de Janeiro e, em São Paulo, em alguns bares e restaurantes. O produto é 100% natural e sem adição de CO2.

Por: REDAÇÃO DELOOX

Lançamento colore fim de ano da Veuve Clicquot

Segunda-feira 17 Dezembro 2018 / Bebidas

A Veuve Clicquot traz para o tradicional brinde de fim de ano o primeiro lançamento da Coleção Coloroma: o Clicquot Gouache. A ideia, segundo a maison, foi fazer um paralelo entre a habilidade dos artistas que misturam suas cores, gerando paletas únicas, e o savoir-faire dos produtores de vinhos da maison que compõem os champagnes.  

A garrafa de 750 ml vem acompanhada de um estojo no formato dos frascos tradicionais de tinta gouache, onde pode ser armazenada na temperatura ideal para o consumo por até duas horas. O valor médio do estojo mais a garrafa é R$ 490.

Clicquot Gouache: primeiro lançamento da Coleção Colorama. Foto: Divulgação

Por: REDAÇÃO DELOOX